Solos Culturais

Solos Culturais

Guia Cultural de Favelas

jovens de favelas cultivando saberes e transformando a cidade.

29/06/2014 | Solos Culturais / Todos os territórios

Lançamento do Programa Favela Criativa e inauguração do Cine-Teatro Eduardo Coutinho

Captura de Tela 2014-06-29 às 15.36.29

Por Andressa Lacerda

A Secretaria Estadual de Cultura do Rio de Janeiro (SEC-RJ) lançou quinta-feira passada, dia 26/06, o Programa Favela Criativa, na Biblioteca Parque de Manguinhos. Este programa é resultado da parceria entre o poder público e a iniciativa privada, e conta com recursos de R$ 14 milhões,   provenientes da própria Secretaria de Estado de Cultura, da Lei Estadual de Incentivo à Cultura do Rio de Janeiro, da Light, do Programa de Eficiência Energética da ANEEL e do Banco Interamericano de Desenvolvimento – BID.

Captura de Tela 2014-06-29 às 15.43.32

O Programa vigorará durante o período de 2014 a 2016. É formado por um conjunto de projetos, dentre eles, o Guia Cultural de Favelas, do Observatório de Favelas do Rio de Janeiro. Os projetos e atividades contempladas acontecem em espaços como Pontos de Cultura e Leitura, escolas, Centros de Referência da Juventude (CRJs), Bibliotecas Parque e centros culturais, com foco nas favelas pacificadas. Serão formados 600 jovens através de três eixos, nesta primeira fase: economia criativa, formação artística e fomento.

O Favela Criativa tem como principais objetivos descentralizar os recursos da Secretaria de Estado de Cultura, tornando-os mais acessíveis a jovens agentes culturais das favelas e periferias; oferecer formação artística a esses jovens, capacitando-os para que se tornem gestores e empreendedores culturais, além de criar uma rede permanente entre eles, tornando-os possíveis parceiros e patrocinadores potenciais; desenvolver a sustentabilidade de empreendimentos e projetos na área da cultura; contribuir para o desenvolvimento cultural, social e econômico nas favelas, contribuir para o desenvolvimento das políticas públicas do futuro, bem como para a formação de jovens cidadãos conscientes de sua responsabilidade social.

Captura de Tela 2014-06-29 às 15.38.39

A cerimônia de abertura contou com a apresentação da Escola Portátil de Música (EPM), da companhia de dança do espetáculo Na Batalha, de Valdinho Freire e Batuque Favela. Estavam presentes a Secretária Estadual de Cultura, Adriana Rattes, o Governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, o Secretário Estadual de Assistência Social e Direitos Humanos, João Carlos Mariano Santana Costa, e o presidente da Fundação Nacional de Artes (Funarte), Guti Fraga, representando o Ministério da Cultura.

No mesmo evento, foi realizada a inauguração do Cine Teatro Eduardo Coutinho, também no espaço cultural da Biblioteca Parque de Manguinhos. O filme franco-brasileiro Amazônia, produzido em 3D, foi exibido gratuitamente. O curador é Beto Moreira. A sala equipada com o padrão internacional DCI, usado em cinemas comerciais, com sistema de som surround digital 5.1 teve seus 202 lugares lotados. Distribuição de pipoca, mate e biscoito, completaram o conforto do público. Estão em cartaz os filmes Malévola e Os Homens São de Marte, com ingressos a R$ 4 para os moradores de Manguinhos e Jacarezinho, estudantes e idosos.

Captura de Tela 2014-06-29 às 21.33.30

Saiba mais sobre o calendário dos projetos do Programa Favela Criativa aqui.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Compartilhe
Comentários (0)